17 de jul de 2010

O PORCO NO JÔ

Vocês tem noção que no Jô Soares ontem 16/07, depois de uma entrevista linda com José Wilker (que para mim, é uma entidade que ao lado de Bethânia está no meu altar) Pois bem depois dele entra no programa um porco!!! Um porco cujo o dono é uma cavalgadura tal o nível de grosseria disfarçada de amor aos animais.
Gente, tanta gente boa no cenário oficial, underground, periférico, central arts plásticas, música, dança, teatro etc e ter um monte de minutos para um porco que além de porco era burro, pois que nem ao dono obedecia? 
Bem que o Jô se encheu e matou o tempo com a platéia, mas já era tarde, a porcalhada já estava feita. E que nenhum amigo me peça pra escrever pra produção pedindo pra ele ir pro programa. Parei de ver (de novo)

PS: No meu altar não tem Chico Buarque porque Deus não tem representação mas está em toda parte.
Nos livre do JÔ, do seu porco, agora e sempre, amém!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.