4 de jun de 2017

A SOFRÊNCIA NÃO E ESCOLHA UNIVERSAL DA JUVENTUDE

Considero Tia Surica Da Portela um fenômeno. Ponto. E acho uma maravilha os jovens que vem se voltando para ela com muito respeito e admiração. Eles têm em mãos as mídias alternativas e enxergam que o samba é a alternativa, que os bambas não envelhecem. Admiro a sede de conhecimento dessa galera e a vontade de estar no contexto cultural juntinho com a nossa perene tradição. É lindo isso. Não acha, não?

Na Associação A Rebeldia na comunidade Alto Vera Cruz, Belo Horizonte:

No Samba Independente dos Bons Costumes, Praça Tiradentes, Rio de Janeiro:

Como disse Pedro Manhães, líder do grupo Samba Independente dos Bons Costumes, após participação de Tia Surica no projeto que tem o mesmo nome:
"Tia Surica, botou todo mundo no colo e levou!"

Entusiasmado, o musico, 24 horas depois do evento ainda não cabia em si. Pensa que deveria ter dado um intervalo depois da participação, mas colhidos pelo furacão Surica, seguiram tocando e rindo com caras de bobos, mesmos.

Foi arrebatadora a cantoria que a pastora portelense ofereceu, carregou geral que não desgrudou da roda. Creio que esses jovens nunca viram algo assim, acostumados a correrem atrás do samba de raiz pra curtir num mercado entupido de pagodinhos insossos, corridinhos com umas vozes gritadas no melhor estilo sofrência atual . 

Acho que além da faixa de Matriarca da Portela, Tia Surica merece mais uma, a de embaixatriz da Portela, do samba, de Madureira, daquelas coisas "goiabada cascão em casca, é coisa fina que ninguém mais acha". Que bom que nós achamos e além de um público que se diverte vimos um público encantado!
Essa é uma das tônicas do Samba Independente dos Bons Costumes, levar samba carioca para os cariocas.
Foi lindo, lindo e inesquecível.

 Antes, Tia Surica vai receber Moção Especial de reconhecimento Cultural pelo mandato do Vereador Reimont e iniciativa do Departamento Cultural da Portela, em sessão solene na Câmara de Vereadores do Município do Rio de Janeiro, às 18h

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.