22 de mai de 2014

Santa Rita de Cássia e Obá | Sincretismo

No sincretismo religioso, a figura de Santa Rita corresponde à Obá, orixá do candomblé. Como os escravos faziam essas associações? Bem, nesse caso, eu deduzo que tenha sido a partir da cor da roupa, pois várias imagens que simbolizam Santa Rita, trajam hábito marrom.
Hábito = vestes das freiras. Mas é apenas uma dedução minha.
Sincretismo = Associação que os escravos faziam entre os seus Orixás e os santos católicos, a fim de poderem continuar cultuando sua fé, pois que eram proibidos disso, então "enganavam" seus senhores simulando estar rezando a um santo católico com características similares às do seus orixás.

A história de Santa Rita, penso todos conhecem. Era uma mulher casada com um homem cruel e chegado numa cachaça. Naquele tempo mulheres não tinham autonomia para escolher seu marido ou mesmo seu destino e vocação.

Apanhou, foi humilhada sofreu e sempre manteve-se confiante na fé.
Deu à luz um filho também cruel, irresponsável, machista e alcoólatra. Sofreu em dobro e orava a Deus que tudo tivesse um fim e uma finalidade. Os "monstros" morreram e ela foi para o convento como gostaria de ter ido desde sempre. Lá, tal qual S.Francisco de Assis e São Padre Pio recebeu os estigmas (essas chaga similares ás feridas da crucificação de Cristo, que vemos na sua testa). Parece-me que no convento sua vida não foi muito fácil também porque padecia de uma doença, essa parte da história eu não lembro bem.

Agora vamos ao sincretismo afro-católico-brasileiro:
Obá:
" 1. Orixá feminina, pouco cultuada em terreiros de Umbanda. A maioria dos terreiros espalhados pelo Brasil cultuam Obá como sendo a mesma Orixá Iansã, pois segundo a lenda Obá era irmã de Oyá (Iansã) e suas histórias se misturam.

2. Guerreira, veste vermelho e branco, usa escudo, arco e flecha (Ofá).

3. Obá representa as águas revoltas dos rios. As pororocas, as águas fortes, o lugar das quedas são considerados domínios de Obá. Ela também controla o barro, água parada, lama, lodo e as enchentes. Trabalha junto com Nanã.


4. Representa também o aspecto masculino das mulheres (fisicamente) e a transformação dos alimentos de crus em cozidos. É também a dona da gira.

5. Orixá, embora feminina, energética, temida, e forte, considerada mais forte que muitos Orixás masculinos, vencendo na luta Oxalá, Oyá (Iansã), Oxumaré e Exú.

6. Características dos filhos (arquétipo) de Obá:
Os filhos e filhas de Obá são lutadores, bravos, um tanto agressivos, o que as levam a serem pouco compreendidos. Frequentemente tendem a terem experiências infelizes e amargas.
São ciumentos, pois são muito zelosas com tudo que lhe pertencem. Porém, pessoas de grande valor e dedicação.
Tendem a alcançar seus ideais. Dedicadas e muitas vezes ingênuas, principalmente em relação ao amor e as amizades.
7. Cor: Marrom raiado, vermelho e amarelo
8. Fio de Contas (Guia): Marrom, vermelho ou amarelo
9. Ervas: Louro, Mãe-boa, Manjericão roxo
10. Símbolo: Ofange (Espada) e Escudo de cobre
11. Pontos da Natureza: Águas revoltas
12. Flores: Gerânio, flor de Romã
13. Pedras: Quartzo
14. Metal: Cobre
15. Dia da Semana: Quarta-feira
16. Elemento: Fogo e Água
17. Saudação: “Obá Siré!”
18. Bebida: Champanhe
19. Comidas: Inhame
20. Data Comemorativa: 22 de maio
21. Sincretismo: Santa Rita de Cássia
22. Incompatibilidades (Quizilas): Abóbora e rato"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.