28 de jun de 2014

A TERCEIRA PESSOA, O POVO BRASILEIRO e a DIVERSÃO

Não foi a copa que nos trouxe nossos problemas. Não seria ela que os resolveria. Pessoas falam mal da gente, elas são A Terceira Pessoa. Nós somos O Povo Brasileiro e por isso somos burros, não sabemos votar, somos negros, sem modos, excessivamente sensuais, e iletrados, não sabemos votar e pela fome que A Terceira Pessoa não nos mata, nos vendemos por qualquer prata. Já trocamos votos por camisa, por emprego e até dentadura. E por brasileiros que somos não merecemos vitórias ainda que no futebol.
Não devemos ter direito ao carnaval.
Não podemos manifestar nosso samba que é coisa de crioulo desclassificado. Desde o tempo da senzala tem sido assim. Construímos o país somos escravos e não temos direitos, punidos pela educação que não recebemos, expatriados, excluídos na pátria que não escolhemos.

Aceito que sejam contra a copa, não aceito discurso dos brasileiros ricos, mestiços omo qualquer outro brasileiro, apenas com mais dinheiro,que se eximem da brasilidade para poder falar em terceira pessoa, mal de quem constituiu sua vitoriosa trajetória. Tudo isso é uma hipocrisia!

Eu sou Rozzi Brasil, nem negra de todo eu sou, mas sim mestiça de tudo. Torço pelo Brasil, gasto o dinheiro que não tenho nos projetos de uma Ong que ajuda brasileiros sofridos que são esquecidos ou apenas ignorados pelos políticos, pois as Ongs existem para isso.
Torço sim, pela Seleção Brasileira de um futebol que se tornou nosso e vou pras festas alternativas de samba porque tudo o que é brasileiro e faz sucesso, vira um produto rentável, lucrativo admirado pelo mundo, gerido pelo governo e parcerias que nos exclui.
A ditadura não se apropriou da Copa, não será a triste Dilma que o fará.
Que aqueles que falam na terceira pessoa do singular, não sejam os capatazes que nos impedem a diversão. Ralamos pra cacete, pagamos caro por tudo, temos direito a ela, diversão, exercermos nossa própria cultura.
Culpem os culpados, nos ensinem e dividam seus luxos e educação com a gente antes de falar de nós...
Estou sim indo torcer pelo Brasil.
Indo fazer em público o que você só faz escondido sem opção: ser brasileira!



 Escrevi esse texto no celular, dentro do 601 Taquara - Saens Pena, indo assistir o jogo lá no Rival Petrobras. A foto é do local que eu estava ao final da postagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.