19 de fev de 2015

SEM O LUXO QUE O DINHEIRO COMPRA



Feliz com o terceiro lugar do Império Serrano? Claro que não. Fica feliz com terceiro lugar quem não tem ambições de campeão, aí melhor nem competir.
Mas...
Se pelos desfiles que eu vi e pelos comentários que eu ouvi, minha escola querida com 




sorte, chegaria num quinto lugar. Claro que gostei!
O desfile foi digno, vibrante, emocionado, feliz, cheio de garra (publiquei aqui a admiração pelos amigos aguerridos), no entanto pela situação que a escola enfrenta, comparando-se com as co-irmãs endinheiradas, estava simples, sem o luxo que o dinheiro compra, poerem, com a ostentação que a alma tem. E eu, na Sapucaí, olhava as outras desfilando, como criança pobre que vê o filho do rico com o brinquedo...
Eu até já estava conformada, com uma classificação favorável para permanecer, desfavorável ao retorno à dita elite do samba.
Agora, uma vez que brigou pela primeira colocação, estou até agora perplexa pela dorrota e pra quem - não me desfazendo da Estácio de Sá - mas pelo inusitado da situação. A escola "malhada" por todos, perde para a escola que todo mundo dizia que não ganharia.
Lamentáveis as notas para Comissão de Frente! Mostram que jurado gosta de circo e teatro, não tendo a menor sensibilidade para representações históricas e culturais.
Mas que nunca nenhum coreógrafo venha com dança da bundinha imperial, ou moscas gigantes e porta-estandartes incendiados que isso não é coisa de quem ama o samba!
No entanto, estou mega feliz, na esperança que esse resultado dê ainda mais gas, pros irmãos imperianos.
Que esse resultado fortaleça a concórdia, a união.
Que vejam a Coroa Imperial acima de qualquer outro conceito pessoal.
Que esse terceiro lugar restaure tantas feridas, depois da dor, que venha a cura do entendimento interno. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.