6 de jul de 2008

IMPÉRIO - 20/11/2006

Fui assistir como um presente do destino.
Estava programada pra tantas coisas, mas a minha agenda modificou-se repentinamente.
Ia à uma festa no Méier que na última hora transferiu-se para a Barra e passou a ser no mesmo dia da peça. Na dúvida ia aos dois programas, mas a peça era mais longa do que eu imaginei e ir pra Barra não era nenhum problema até que pensei num pequeno detale a volta... Deu uma preguiça... Já estava tão tarde... E depois daquele teatro, não queria outras músicas mais na minha cabeça. Queria ficar assim pensando na beleza daquelas vozes, na delícia daquelas melodias.
Império é uma peça que aborda assuntos irritantes e revoltantes de um modo que não dói. É divertida e rechada de muitos talentos. Não vi nada que não fosse bom, a não ser o lugar que sentei... Mas disso não posso reclamar, afinal 200 pessoas voltaram do teatro para casa, pois o Carlos Gomes não cabia mais ninguém!
Achei viagem o figurino, jeans estonados com aplicações de strass e galões dourados na corte portuguesa! Um tremendo bom gosto.
E as deliciosas brincadeiras com o nosso passado de corrupções, tramóias, soluções coronelescas para assuntos governamentais e td que até hoje estampam nossos noticiários
O Brasil não mudou tanto assim, mas hoje é mais divertido e nada teria sido o mesmo para nossa cidade não tivéssermos sido refúgio e "degredo" da família imperial portuguesa.
Uma detalhe que achei demais: Qdo a corte portuguesa decide retornar a Portugal, tds aparecem com mantos e capuzes negros e velas na mão dando um efeito muito bonito, mostrando um certo luto para a cidade que perderia o glamour. Quando a cena retorna com todos idos e somento D.Pedro I e a Imperatriz, a cena é clara e todos aparecem de branco, a liberdade e um regente que gostava da colônia que ele amava como a um país parecia estar ali representada.
Eu não sabia ou pelo menos não me lembro que DPedro I tinha um irmão, nem que ele por ciúmes/inveja queria ser rei. Preciso rever a história do Brasil...
Era Carlota Joaquina uma astronauta?

Obrigada meninas pelo maravilhoso presente!
A festa na Barra?
Vai ter de novo e vou bem mais culta...
Na vida nada se perde, com tudo se aprende e apreende.
Se for com Fallabela, vive-se!
-------------------------------------------------------------------------------
rbrasil (Quinta, 11 Janeiro 2007 às 00:26)
HOJE, OU MELHOR ONTEM O FALABELLA RESPONDEU POR E-MAIL ESTE POST DELICADEZA PURA! ELE MERECE TODO O SUCESSO QUE TEM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.