23 de mar de 2015

A CAMINHADA

Saudade de fotografar caras e movimentos, espaços e locais. 
Saudade de um mundo onde eu não vivo mais.
Vou procurar modelos novos, motivos justos, desejos que valham a pena. 
Como sempre, vou recomeçar, por o pé de novo na estrada.
E, quem sabe um dia, juntando todo os meus recomeços, 
eu perceba que entre idas e vidas, retornos e tropeços,
tenho pronta toda uma caminhada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.