6 de jan de 2016

SERPENTE DE MUITAS CABEÇAS


Em 2010, Antônio Pompêo já prenunciava:
“O racismo é uma serpente de muitas cabeças. Damos um golpe no seu corpo e ela se multiplica. Precisamos lutar para que essa igualdade exista e que todos possam participar”.
Agora, ele vai descansar e a gente precisa aproveitar seu legado e seguir com a NOSSA luta.
Vai em paz, Fiel!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.