24 de abr de 2016

FALSA DEMOCRACIA


Há muito tempo numa extinta rede social eu dizia que em uns 10, 15 anos íamos ver que acabamos com o Brasil. 
Dom profético? 
Não. 
O PT só entrou no governo porque perdeu propositadamente sua essência, justamente aquilo que "vendia" pra nós e era nossa esperança.
No Brasil tudo sempre funcionou na gambiarra para dar acesso aos "coronéis", para permitir o sustento da corte, para manter os privilégios das classes privilegiadas, para suprir os privilégios da burguesia ascendente. Política por aqui sempre foi emprego. A gente não consegue se livrar do ranço da subserviência nem aceitar que lei se cumpre e ponto. Criam-se leis para arrecadar muito mais do que para punir, quase nunca para educar e respaldar processos que só se concluam depois que os crimes sejam prescritos. Temos foro privilegiado! Mas não é uma democracia? Na democracia não são todos iguais? Para quê processos que julgará diferente crimes iguais? Numa democracia um terno não deveria diferenciar as pessoas, ainda que este terno tenha auxílio governamental. Ser político não pode equivaler a um título Na democracia não são todos iguais? Sim! Por aqui significa que todos deveriam roubar igual! Aí... já sabemos, alguém foi além. E estamos vendo o que acontece. O lado positivo é que essa seria a hora da grande virada, assim como as guerras através da destruição e vexame catapultou algumas nações. Acontece, aqui, que a guerra não acaba porque ninguém se rende e ninguém se sente suficientemente vencedor.
Agora deveríamos estar olhando para as instituições e todas as falhas dos seus sistemas mal feitos, de caso pensado, acredito. No entanto olhamos para pessoas e julgamos entre o roto e o esfarrapado.
Essa "guerra" nossa deveria estar nos abrindo os olhos que a nossa democracia não é frágil, é falsa. Nosso presidencialismo é praticamente um parlamento. As leis eleitorais não são eleitorais porque desfavorecem o voto.O voto é obrigatório
No passado os aliados brancos da Coroa Portuguesa, achavam que não poderíamos ser um país livre porque não éramos uma raça, não tínhamos escola nem cultura, não saberíamos cuidar do nosso próprio país, então, precisávamos de tutela. Uma que gastasse nossas imerecidas riquezas. Hoje também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.