13 de mai de 2014

Campeões da Teoria

 E foi assim que eu depois de uma noite linda na Mangueira acabei discutindo com um merda de um burguês filho da puta. Depois eu conto detalhes.. (plageando Juan Espanhol)
Só que não consegui entrar em  detalhes. 


imagem Bruno Braga
Vou dizer mais uma vez:
Eu discordo veementemente de quem diz " o povo" tipo: "O povo é burro", "tudo o que acontece é culpa do povo", "o povo não sabe votar", como quem não fosse povo, como quem não fosse brasileiro, como quem não conhecesse a história do Brasil, campeões da teoria.

Depois de dizer que as urnas são inócuas, me diz que elas são a arma do povo. Uma incoerência!

Vou dizer pra vocês com sinceridade: Se as urnas cariocas são as armas do povo elas estão sem munição.
Olhem bem os candidatos. Se alguém te representa, favor dirigir-se ao botão desfazer amizade.

Via de regra quem fala isso, tem casa, dirige carro próprio ou da família. Não sabe o que é depender de uma invasão pra ter onde morar, não sabe o que é ganhar um salário mínimo e sustentar uma família.

Conversando com um garoto de jaqueta de couro, loiro de olhos verdes em Cascadura que ao falar comunidade citou as palavras porco, bandido, sem cultura e ainda arrotou que era jornalista.
Não vou contar detalhes, como prometi, me enjoa.
Tenho asco de quem está sentado e só tem uma janela á sua frente.

Não precisa estar no buraco pra entender o que é levado a fazer quem no buraco está. É uma questão de cultura, sensibilidade e umbigo no lugar certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.