13 de mai de 2016

Vamos falar de amor.

Vária vezes amei. Amei muito durante toda a minha a vida, descobrindo que se ama sim, felizmente, mais de uma vez. 
Mais que amar muito, me apaixonei demais, além da conta, inimaginavelmente!
Casei-me 6 vezes, entre namoro e noivado só eram necessários uns 5 ou 15 dias porque minhas paixões nunca deixaram a menor dúvida de ser a combustão pura e espontânea do sentimento quero-você-e-sei-o-que-estou-falando-e-mais-ainda-o-que-estou-fazendo. Simples assim.
Apenas um dos meus casamentos não teve essa batida hard rock dos que não sabem de terão coração amanhã. Foi assim meio samba-canção, mas tão bonito que daria pra cantar.

No meu último casamento o fogo da paixão foi liquidado pela química de um extintor qualquer. A operação rescaldo entra no seu terceiro ano, quando percebo que sobrou apenas uma de mim que não vai incendiar nunca mais.
11/05/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.