27 de fev de 2017

NÃO DÁ PRA CONFIAR NO IMPONDERÁVEL, NEM NO PODER


Sou muito respeitosa com as instituições exatamente porque sou passional entendedora que o mesmo coração que bate aqui bate em todos e tudo o que vive por isso ninguém está isento da paixão e nem todos sabem distinguir opinião de crítica; observação de julgamento.
Ontem após o acidente pavoroso de proporções dramáticas, as primeiras palavras que ouvi foram sobre o excesso de pessoas nas laterais da avenida durante as apresentações das escolas. Certo. Mas culpar as vítimas pelo desastre que sofreram é complicado. As vítimas mais graves estavam trabalhando. Todas as nossas orações e/ou vibrações positivas por todos os envolvidos e que os responsáveis pela realização do evento, principalmente das escolas de samba tenham discernimento na distribuição de camisas de diretoria.
Acidentes podem acontecer a qualquer momento em qualquer lugar, quem produz eventos tem a obrigação de não perder isso de vista e conduzir as providencias de modo a minimizar o que pode acontecer por menos que aconteça porque sempre poderia ser pior não se pode confiar no imponderável.
Confesso me sentir aliviada por não estar no Setor 1 na hora em que aconteceu, mas me sinto em choque por ter acontecido. Meu entusiasmo nublou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.