8 de mai de 2012

ESTRÉIA

Pensando direitinho, na nossa vida todo dia é dia de estréia
de um espetáculo sem direito a ensaios...

Dependemos uns dos outros para os aplausos ou não. Estaremos
sós no camarim quando o dia não trouxer a alegria do sucesso ou não

Estaremos sorrindo com o peito dilacerado, uma nuvem na
mente, um embaçamento na alma ou não

Seja o que for jamais saberemos como será. Podemos contar o
que foi.

Pegando a condução pela manhã para mais um dia de trabalho,
não será este o primeiro dia de trampo, nem esse o primeiro ônibus de nossa
vida, mas com certeza é a estréia nesses lugares nesse dia.

Um rio não passa duas vezes no mesmo lugar. Não damos duas
vezes o mesmo sorriso. Não comeremos jamais duas vezes a mesma marmita.

É tão importante cavar buracos para a construção da ponte,
quanto iluminar a festa de inauguração, como passar por elas todos os dias.

Um dia ainda teremos como viver de modo a não esquecer que
todo minuto é único e por isso mesmo último e a vida sagrada demais.

Hoje eu tenho uma estréia!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.