8 de dez de 2012

PARA MOACYR LUZ, AQUELE DO SAMBA DO TRABALHADOR



Seu Moacyr Luz , sua camisa, esta da foto é linda, como imagino tenha sido linda a gravação de mais esse trabalho, onde estará registrado a sua evolução profissional, da mesma forma que se torna o senhor, agora, para mim, mais lindo, assim temente da natureza, suas manifestações e divindades, ainda que chamemos apenas de chuva. 

Não haveria pessoa boa sem os toques de sentimentalidades. Não existe competência profissional sem a evolução dessa emoção no Homem, que ao contrário do que dizem, precisa mantê-la, ou não estaríamos evoluindo como seres humanos, mas apenas como seres. Temer é ato de coragem e pressupõe inteligência. Assim como a curiosidade, é o que não sabemos e o que nos abala que nos leva pra frente.

Você é o homem mais lindo que conheço, vejo isso nas suas canções. Tem o Chico Buarque, mas ele não canta no Rena, não escreve no Face, adoro,mas não sei se é verdade a poesia dele. A sua é, você é e por isso sucesso sempre, beijo grande!


Ah, a homenagem da Tia Surica foi um sucesso em muitos sentidos, principalmente naquele que foi direto ao coração dela.



"Quando agendamos pra segunda/24 a gravação do CD/DVD no Renascença, me tornei dependente visual dos sites de previsão de temperatura em distantes datas. Desde o início os gráficos indicavam chuvas, ventos constantes e outras adversidades meterologícas.

A chuva, sim, apareceu.

Terça-feira.

Aos 54 anos, perto de lançar o décimo disco autoral, sem contar outras participações, outras tantas produções, devia me sentir vivido, mais experiente nas emoções.

Nada.

Tô aqui ainda revivendo as imagens dessa segunda/24, tomado de alegria e agradecimento.

O coração, metido a malandro, sai pela boca e dispara:

Valeu, rapaziada!!!"


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.