23 de nov de 2013

CONSTRUINDO UMA METADE















Por que não louca como os loucos que admiro?

Minha mãe plantou e mim uma puta falta de coragem! 
Aquelas bobagens de ser correta e certa. 
E deixei de fazer um monte de coisas 
que só depois de muito tempo percebi, seriam fundamentais. 

Eu deveria ter fugido de casa, quem sabe ter tido um filho? 
Mas morria de medo de decepcionar a velhinha… 
Ela se foi e eu fiquei aqui nessa roubada! 

Hoje faço tudo pela metade. 
Meio louca, ligeiramente rouca, meio feliz, 
escritora que não escreve nada que faça sucesso. 

Parece que nunca abandonei aquela varanda, 
agora um espaço maldito e mal-assombrado. 
Itabira de Drummond era um quadro na parede e como doía nele, 
meu bairro é uma teia de aranha na minha paisagem
Minha história, me dói...

25/07/2008

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.