29 de dez de 2013

PORTELANDO


Nos preparativos para ir Portelar... Que roupa se usa num evento como esse, tão simples e ao mesmo tempo imponente e raro, com o calor que faz hoje por aqui?

Coisa tipicamente de samba isso de "com que roupa"... E são tantos pensamentos que acho que ire com qualquer uma, porque minha alma pensamentos e coração serão os mais bem trajados de todos os tempos.

Passa um filme na cabeça. Tia Surica gravou seu primeiro CD aos 63 anos e levou mais 10 pra conseguir o segundo. Vejam vocês como o nosso contexto cultural e musical são complicados.

Hoje falei com ela ao telefone, precisava extravasar minhas expectativas. Expectativas de sambista adoradora da boa música. Que esse projeto seja um projétil de trajetória longa, longa, linda, interminável e iluminada, desejei-lhe no nosso papo rápido, expressão cristalina do meu pensamento. A gravação desse DVD hoje é um registro mais do que importante pro nosso samba. Tia Surica, como dizBia Alves, na intimidade da amizade portelense de todas as horas, "uma destrambelhada", uma adorável destrambelhada, um grandioso coração, uma voz cristalina, uma figura representante de um tempo que se vai, quando as pastoras mandavam nos sambas nas quadras.
Acima de tudo uma amiga e que esse dia se eternize nas imagens e sons na bela quadra da Portela.
É isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.