22 de jul de 2016

AS COISAS QUE NÃO SEREMOS

Hora de puxar-saco e hora de subir em cima do muro: Dois momentos em que sinto que não faço parte da humanidade (ou seria sociedade?) 
A recusa a esses atos (que eu acho péssimos) me custaram muito sucesso, carreira, dinheiro e fama que eu poderia ter tido
Eu até entendo que algumas pessoas sejam talentosas, capazes e competentes e que em dado momento façam alguma concessão, para penetrarem no ambiente que interessa e que a sua permanência nele e posterior sucesso dependerão dos seus qualificativos. 
Mas o que fazer se nunca consegui conceder por interesse próprio?
Culpa da filosofia cigana que depois que conheci, jamais me deixou:
- Viver e deixar viver. Se não concorda, não participe. 
Optchá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.