4 de ago de 2016

PORQUE NÃO LÁ?

Eu não crio polêmica, eu manifesto meus pensamentos. De preferência, nos locais apropriados... Explico:
A pessoa posta na sua rede social uma foto de um momento legal que ela viveu, aí vem alguém que discorda, não necessariamente da foto,  e acaba "batendo" na pessoa.
Rede social é assim, é como caminhar na rua e ganhar bala perdida, um constante fogo-amigo, muitas vezes inimigo mesmo.


Vi na página de uma querida (não só minha mais de muita, muita gente), algo assim. Ela postou a foto toda feliz por conduzir a tocha olímpica  e uma pessoa disse que a adorava, mas que achava que apenas atletas deveriam conduzir a tocha olímpica. 
Em respeito à querida amiga, não respondi lá o que esse pensamento levou-me a pensar. E o que eu penso? 
Penso que a tocha está certa, ela é um símbolo de harmonia e paz mundial tem objetivo de agregar e irmanar as pessoas, chamar o público não só para o evento mas para o esporte. No mais, a querida amiga em questão, exerce atividades de puro atletismo e isso ninguém pode questionar. Além da função de porta-bandeira premiada, consagrada, admirada, idolatrada é parte do Corpo de Bombeiros carioca e nas horas de folga trabalha no seu projeto social que ensina a arte de mestre-sala e porta bandeira.
Outra coisa: Ninguém fala que só sambistas deveriam desfilar nas escolas de samba, quando as celebridades invadem nossa cultura, a maioria "paga pau", puxa-saco e faz selfies, desculpem o termo chulo, eu falo um pouco melhor que isso, mas é assim que é. Garotos e garotas fabricados se enfiam no samba e "tiram a vez" na mídia de vários baluartes que apanharam muito apenas por serem sambistas. Então façam-me o favor, alinhem as balanças e nada de 2 pesos e duas medidas. Universalidade às coisas que são universais, por gentileza!
Parabéns aos sambistas condutores da tocha olímpica! Principalmente os mais velhos que serviram de trampolim para tantos fazerem sucesso e ainda contribuem generosamente para isso, quase sempre sem receberem agradecimentos ou referências.

Aos que tanto reclamam, um pouquinho mais de humor e de amor e em caso de ideologia, seria interessante que usassem  suas página em vez de desqualificar a alegria alheia. Todos os políticos envolvidos e os que foram destituídos dos créditos da realização, inclusive, mantem redes sociais. Por que não, lá? 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.