23 de nov de 2013

PARTIR e IR

 Eu nasci para ter amores longos, intermináveis 
embora pouco saudáveis, 
Assim tenho resistência às despedidas.
No fundo queria um amor que não doesse, 

mesmo que me fizesse chorar.

Eu nasci pra amar com o coração, 

pois que o coração não faz perguntas.
Pena que esse amor um dia,

me tenha subido à cabeça.
Ah, se eu pudesse ter em mim um amor que não pensasse!
Se eu pudesse ser apenas alma e coração.
Por que você, irracional, foi trazer a razão pra viver com a gente?





II
Agora tenho que fazer as malas para ir a lugar nenhum, 

Ainda vai levar algum tempo para que eu saia daqui, de onde você me plantou.

Agora tenho arranjar apartamento e viver 
com tantas coisas chatas que você adora,
 mas delega ao amado. 

Essa sua versão princesa, dando seus dias de tarefa para que um príncipe se torne digno de lhe conhecer...

Por que eu tinha que ter necessidades, 

se o melhor seria viver apenas pra você? 
Vou te contar um segredo que você sabe 
mas não conhece:
Ninguém te deu tanto quanto eu, 

Eu te dei tudo!
Pena que eu não tivesse tanto...

Um dia você vai pensar que te cobrei tão pouco e te entendi tão muito.
Um dia...

Mas é certo que de hoje em diante qualquer dia vai ser tarde demais....

17/05/2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.