6 de ago de 2016

COMO UMA BRASILEIRA DECENTE

Sim, assisti à abertura olímpica impactada pelas coisas legais que eu via, tinha deposto o meu espírito crítico por aquelas horas, a minha ansiedade era pela vaia.
Não assisti à abertura olímpica como o falso nobre que torce para que tudo dê errado, nem como o espírito de porco que assiste às corridas desejando ver um acidente. Assisti como uma brasileira decente, torcendo para a maior vaia do mundo. E quando aconteceu, fiquei de pé e vaiei com alegria pra ter mais energia.
Os vizinhos não sabem a diferença entre um vereador e um senador, acharam estranho mas na dúvida vaiaram também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.