6 de jun de 2013

NÃO CABE EM SI

Imagino que animais como a cobra, por exemplo, sentem desconforto, dores, quando se inicia a mudança de pele. 
Imagino que o corpo cresce e seu invólucro fica pequeno para abrigá-lo confortavelmente. 
Sei que é muito estranha essa sensação de estar além do espaço que se tem. 
Sei que é doloroso crescer. 
Sei também que crescemos todos os dias com cada experiência e, um dia, sem mais nem menos, a pele não nos cabe.
Como a roupa guardada para ocasiões especiais, que nos arrocha diante do espelho.
Não é nada bom... 

Angústias e dores. 
Mas na pele que se escama e rompe vagarosamente, está a esperança de exibir um visual novo e estarmos maiores.
É assim que me sinto. 
Se hoje me perguntarem se o homem tem alma, 
com certeza direi que sim, 
pelo menos eu sei que tenho.
Eu tenho um espírito que cresce!
E às vezes ele não cabe em mim
Eu não cabo no mundo
E o mundo ão está nem aí, continua girando
Inexoravelmente.

Obrigada a todos que de um jeito ou de outro, fazem parte dessa jornada de crescimento!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.