11 de set de 2014

A Nossa Sociedade diz que (Uma Lei pra Chamar de Sua)

Imagem de Paulo Machado, o segundo colocado na 2a edição doConcurso
"Homofobia Fora de Moda | em 2012

Ouço dizer que os gays que são mortos, assim acontece por problemas entre eles. Falam assim como se todo gay estivesse inexoravelmente ligado a prostituição, marginalidade e roubo. 
Exatamente por pensar dessa forma, nossa sociedade também acha que um casal gay não pode adotar crianças.
Nossa sociedade pensa que ser gay é ser bandido, ter envolvimento com os piores comportamentos e isso deve ser escondido das crianças.

Nossa sociedade pensa tão mal de gay que acha que as crianças estão melhores assim, amontoadas em orfanatos e abrigos, jogadas nas ruas sendo exploradas por familiares tão heterossexuais que as puseram no mundo.
Alguns inclusive, são tão heterossexuais que pensam poder julgar, avaliar, interferir na vida alheia
Alguns preferem matar suas crianças por motivos relevantes de heterossexualidade como o menino gostar de lavar a louça ou o menino não querer cortar o cabelo ou simplesmente porque assim uma nova namorada acha melhor.

Enfim, as pessoas precisam entender que há gays que são mortos simplesmente porque são gays, são assaltados porque geralmente precisam (por motivos óbvios) viver mais fora de casa do que dentro.
Já tivemos casos de pessoas mortas por terem sido confundidas com gays. Já tivemos casos de mãe e filhas insultadas em Copacabana porque alguém achou que elas eram gays.

A gente sabe que as delegacias não tratam ninguém bem, mas a gente compreende porque a delegacia se importa ainda menos com uma ocorrência envolvendo um "viado" ou uma "sapatona".

Hoje não vivemos como nos tempos antigos de Roma, uma luta pelo poder, hoje vivemos tempos de lutar por sobrevivência, dignidade, igualdade, liberdade as mesmas que você tem porque paga impostos, é bom cidadão, mantem suas coisas em dia e não porque você é heterossexual.

PS.: O mesmo vale pros negros, mas eles tem uma lei pra chamarem de sua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.