29 de mar de 2016

A NOVELA DE MACHO QUE NÃO FAZ CRIANÇA VIRAR GAY

Rodrigo Lombardi 

Benedito Rui Barbosa, disse numa entrevista na época do lançamento da atual novela das 21 horas que colocar nas tramas casais homoafetivos faz com que as crianças se tornem gays. Deu vazão à sua alegria e orgulho por só ter heterossexuais em sua  família e terminou dizendo que faz novela de macho.  Claro que decidi que não veria essa novela. Mas fiquei encafifada cá com uns pensamentos e cheia de dúvidas. Se a novela que retrata a homoafetividade tem o poder de ensinar crianças  o comportamento homossexual, o que ensina a novela de macho desse escritor? Para tirar a dúvida me propus a assistir alguns capítulos, na verdade, uns dois ou três , porque tendo como premissa que a novela "ensina" as pessoas, não achei que seria bom eu aprender o que essa trama está ensinando.

No primeiro capítulo que vi, a personagem Rodrigo Lombardi encontra uma criança abandonada nos campos de algodão, a leva para casa e o casal cheio de amor e carinho fica com ela.  Ótimo ensinamento! Depois, Chico Diaz dá linha na pipa abandonando mulher e filho para voltar para sua terra que não tem água, não tem criação, não vida, desprezando a acolhida que recebeu, porque dedicou anos de sua vida aquele pedaço de chão. Hum... Seria uma mensagem subliminar aos nordestinos? Mas ele não consegue partir porque  uns capangas ateiam fogo à casa do fazendeiro que o acolheu, ele volta e apanha quase até à morte. Logo após, o coronel interpretado por Rodrigo Santoro, briga com o seu jagunço porque deixou a testemunha viva.

Em outro capítulo, o coronelzinho faz sexo com a filha de um fazendeiro, é um pega pra capar, a mãe da moça faz um escândalo, o pai pega um facão e parte para cortar o pescoço da filha. O coronelzinho decide casar, fala poucas e boas para a mãe que parece ser ruim como o capeta, amarga porque  não esquece o filho falecido e não aceita o filho vivo. Por fim no capítulo de hoje a moça apanha de cinto, o irmãozinho torce as mãos nervoso e o jaguncinho que é apaixonado por ela e fez a fofoca encerra o capítulo dizendo que "ela ame quem ela quiser, mas se não for dele, não será de ninguém.

Está aí um resumo corrido da "novela de macho". Fico pasma com o orgulho do autor e tudo o que peço a deus nesse momento, é que novelas só ensinem realmente as crianças a virarem gays, porque se elas aprendem tudo o que é mostrado, machismo, submissão, exploração, ganância vamos ter um Estado Islâmico, só que sem Islamismo.

Claro que as imagens são lindas e o elenco está impecável, no entanto, não é esse o foco das minhas reflexões


Links relacionados:
Benedito Ruy Barbosa: Odeio história de bichas
Autor de 'Velho Chico', Benedito Ruy Barbosa afirma: 'Odeio história de bicha'

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.