9 de jun de 2014

A Pintura

E aí, caiu do céu uma pintura pra minha casa.
Não tive o direito de escolher a cor, mas dei sorte!  Marfim, quase um amarelinho bebê só que mais animado.

Pela primeira vez ataquei de chata, pentelhando o pintor, porque se não ficou nenhuma maravilha teria sido pior se eu não desse uma de "capataz". De toda forma, antes estava tão ruim, que agora me parece maravilhoso. A bagunça ficou acumulada porque tomar conta do serviço dos outros cansa!

Então está assim, tudo mais ou menos colocado no lugar o suficiente pra funcionar, ando precisando de GPS pra localizar qualquer coisa que eu precise, cansada de um jeito que não dá pra arrumar a-i-n-d-a.

Encontrei o Bucareste, DVD do Michael Jackson e, não sei se por nostalgia ou hiato de tempo, achei que esse é o show mais lindo dele e, entre lembranças, reformas e construções futuras, venceu a preguiça.
Agora, Pé Na Cova, que o que não foi hoje, certamente será amanhã.
Algum dia eu teria que respeitar meus limites, me dar uma folga e curtir um pouquinho de fazer nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique à vontade pra dar sua opinião.